domingo, 21 de agosto de 2011

Livros e textos sagrados

Livros Sagrados e Textos Sagrados:
Conhecemos pelo menos dois livros sagrados que são a Torá do Judaísmo e a Bíblia do Cristianismo que disponho logo abaixo. A seguir veremos mais três livros sagrados.


A Torah:

A Torá ou Pentateuco, de acordo com os judeus, é considerado o livro sagrado que foi revelado diretamente por Deus. Fazem parte da Torá : Gênesis, o Êxodo, o Levítico, os Números e o Deuteronômio. O Talmude é o livro que reúne muitas tradições orais e é dividido em quatro livros: Mishnah, Targumin, Midrashim e Comentários.


A Bíblia:


Uma das mais antigas obras literárias da humanidade, a Bíblia é o também o mais disseminado livro de todos os tempos, pelo menos metade da humanidade já teve a oportunidade de examinar uma, já foi traduzida em praticamente todas as línguas e está disponível em quase todos os cantos do mundo.


 O Alcorão:

Livro fundador da religião islâmica, o Alcorão ou Corão teria sido composto a partir das revelações de Deus a Maomé, mediadas pelo arcanjo Gabriel. A palavra vem do árabe qur'ãn (leitura), e todo mulçumano deve conhecê-lo profundamente.


O Dhammapada:

Vários livros são essenciais para a religião budista, mas o Dhammapada (caminha da virtude) pode ser considerado o conjunto de ensinamentos básicos do Budismo. Isso se deve ao fato de ser a coletânea de provérbios que o próprio Buda teria proferido durante 45 anos de pregação espiritual.


O Bhagavad Gita:

É o livro mais influente da religião hindu. O título significa "canção do Senhor", e a obra faz parte do monumental Mahabhárata, o maior épico já escrito, com 100.000 estrofes. O Bhagavad Gita teria aparecido pela primeira vez no século III  a.C. E é tão importante para os seguidores da religião hindu que se acredita que a leitura dos versos é capaz de aniquilar todos os pecados.

Veja no vídeo entrevista com o teólogo Erni Seibert que fala sobre um dos livros mais vendidos no mundo: a Bíblia, no programa OLGA BONGIOVANNI da REDE APARECIDA.







TEXTOS ORAIS E ESCRITOS – SAGRADOS

“A regra de ouro consiste em sermos amigos
do mundo e em considerarmos toda família humana
como uma só família. Quem faz distinção
entre os fiéis da própria religião e os de outra,
deseduca os membros da sua religião e abre caminho
para o abandono, a irreligião”. 
Mahatma Gandhi

Os textos sagrados são uma forma de
expressar e disseminar os ensinamentos
das diversas tradições/manifestações
religiosas. Ao articular os textos sagrados,
por exemplo, aos ritos, às festas
religiosas e às situações de nascimento
e morte, as diferentes tradições/manifestações
religiosas visam criar mecanismos
de unidade e de identidade do seu grupo
de seguidores, de modo a assegurar
que os ensinamentos sejam consolidados
e transmitidos às novas gerações e aos
novos adeptos. Podem ser retomados em
momentos coletivos e individuais para
responder às problemáticas do cotidiano, bem como para orientar
a conduta de seus seguidores. Diversificadamente, todas as pessoas,
particularmente ou em sociedade, procuram, dentro de suas
possibilidades e contingências, caminhos para bem conduzir a vida.
Por isso é que se deve ter em mente a necessidade de se respeitar
os rumos encontrados por cada um.
Entendendo esta perspectiva, os textos sagrados registram os
fatos relevantes da tradição/manifestação religiosa: as orações, os
sermões, a doutrina, a história, etc. Constituindo-se, desta feita, o
fundamento no substrato social, tanto no cotidiano coletivo como
na orientação das práticas religiosas, da crença de seus seguidores.
Assim, o que caracteriza um texto como sagrado é o reconhecimento,
pelo grupo que o acolhe, de que transmite uma mensagem ou,
ainda, de que favorece uma aproximação, uma religação, entre os
adeptos e o sagrado.
A compreensão, a interpretação e a significação do texto podem
ser modificadas, conforme a passagem do tempo para corresponder
às demandas do tempo presente, contextualizando-se a cada momento.
Pode, também, sofrer alterações de juízo, de conceitualização, causadas pelas diversas interpretações secundárias, diferentes
das intenções do texto original.
O sagrado expresso e comunicável está presente nas mais diferentes
tradições religiosas, apresentado sob muitas formas. Culturas
ágrafas, por exemplo, possuem o texto oral, que, pela chegada
da escrita, foi ou não registrado.
Os textos sagrados nascem do mito, pois, nesta forma simbólica
de expressão, as pessoas buscam encontrar explicações para a sua
realidade, orientações para a vida e para o pós-morte.
Entre as funções dos textos sagrados, está também a tentativa
de se manter os sonhos e utopias das pessoas. Os textos sagrados
fazem com que elas mantenham vivas suas esperanças, seus ideais,
acreditando ser possível realizar suas expectativas de construção
de uma existência o melhor possível, enfim, de um mundo melhor.
A palavra escrita, ao ser interpretada, pode trazer um único sentido
ou múltiplos sentidos, podendo ou não estar disponível a possibilidade
de interpretação por parte dos fiéis ou seguidores. Para
aquelas que argumentam que o texto não pode ser interpretado pelos
fiéis, a revelação do divino é tida como única e inquestionável.

15 comentários:

  1. o filme eu so assisti um pequeno pedaço
    mas achei interessante o fato dela quere proteger o papa .De querer saber sobre seu pai.

    ResponderExcluir
  2. o filme estava muito interessante, pelo fato de Johanna querer descobrir sobre os seus ante-passados, e no final , ela se da bem !
    Rebeca Vivy, 9ºA

    ResponderExcluir
  3. o filme é muito interessante, nos faz refletir e ter mais curiosidade sobre a bíblia.

    ResponderExcluir
  4. Achei muito interessante,pois Johanna nao se desanimou para ir atras da resposta de tudo que era previsto. Ela foise convencendo pouco apouco que o futuro de tudo aquilo que acontecia, dependia dela e elafoiaté o final-Gostei muito

    ResponderExcluir
  5. achei interessante o fato deles consegir achar os escritos originais da biblia

    ResponderExcluir
  6. Achei muito interessante o fato de que, Johanna arriscou a sua vida para salvar a vida de muitas pessoas, que estavam envolvidas na historia! O fato dela ter lutado para encontrar as escrituras originais! E o filme é uma coisa real, pois todos que seguem a Deus, são perseguidos por outras pessoas que creem em outras coisas!!



    Erika Motta 9ºC

    ResponderExcluir
  7. Letícia Dibenedetto 9°B
    o filme é interessante pois fala sobre uma história biblica,envolve romance...e Johanna conhece um pouco sobre seus antepassados...

    ResponderExcluir
  8. Luaine Medeiros 9º B13 de setembro de 2011 08:16

    Achei o filme bem interessante, pois fala da bíblia, gostei muito da Johanna também pela força de vontade q ela tem de conquistar seus objetivos...

    ResponderExcluir
  9. max: o filme é muito interessante e muito cheio de aventuras e nos faz querer conhecer mais a biblia...

    ResponderExcluir
  10. nao entendo muito de biblia nao mais foi legalll>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>orkut yurisampaio40@hotmail.com__________________________________________________________________________________________________________________________________________yuri.gautama______________________________________________________________________

    ResponderExcluir
  11. Lindy Ferraz
    deu para aprender um pouco mais da biblia e foi otimo (: espero ver mais professor (:

    ResponderExcluir
  12. Lindy Ferra
    O filme foi top de mais (:
    nao curte no começõ nao, mas quando a Yoranna começo a investiga o ante-passadi dela ! Dai foi muito feraa ! gostei muito e espero ver mais (iguinora o 1º comentario)

    ResponderExcluir
  13. Gostei muito do filme, o ruim e que nas aulas teve pouco tempo para assistir e quando acabou o filme nem lembrava mais do começo. Mais esperoerutros filmes como esse.

    ResponderExcluir